segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Coberturas quentíssimas para sua degustação


Será lançado nesta segunda-feira (25/10), às 19h, em plena abertura da 7ª Semana de Comunicação da Universidade Candido Mendes Niterói, o jornal universitário Papel de Pão. Idealizado por Luciano Freitas – aluno do 6º de Comunicação Social (Publicidade e Propaganda) da UCAM Niterói –, o Papel de Pão será uma publicação mensal, que tem como objetivo veicular conteúdos sob um ponto de vista publicitário.


O que ocorre é que a maior parte da equipe do jornal é formada por estudantes de Publicidade do que Jornalismo.

O Papel de Pão não possui compromisso com a notícia e muito menos com a seriedade que a envolve a produção jornalística. É uma produção informativa, mas que não perde o bom humor. Sua preocupação está mais focada na estética de sua diagramação; estética esta que visa atrair a curiosidade dos alunos da UCAM para textos descontraídos, que não pretendem mudar a vida dos leitores, mas, talvez, a forma como estes encaram o ato da leitura.

A estrutura do Papel de Pão, a fim de transparecer a simplicidade de seu conteúdo, é totalmente baseada em experiências corriqueiras entre o ser humano e a (tão presente em nossas vidas) padaria. A coluna “Na Fila do Pão”, por exemplo, sugere a leitura de minicontos enquanto o leitor aguarda sua vez na fila. Já a coluna “Mamãe, Vou à Padaria” oferece exageradas e cômicas dicas de moda para aquelas que se "arrumam toda" até para ir à esquina comprar pão. O “Fala, Raquel!” é o nosso serviço de não-atendimento ao freguês, no qual a aluna Raquel Cabral responde de forma mal humorada às perguntas dos nossos leitores. A coluna “Pão Sem Miolo” traz crônicas ou matérias que “de interessante só têm a casca”. Além disso, buscando entrevistar pessoas desconhecidas que o leitor precisa conhecer, o Papel de Pão traz a “Entrevista de Balcão”.

E fechando o jornal teremos sempre “A Opinião do Padeiro”, que visa publicar resenhas sobre trabalhos fonográficos, cinematográficos e literários, mas sob um ponto de vista fictício de um padeiro inculto – na primeira edição, por exemplo, o padeiro avalia o novo livro de Paulo Coelho, O Aleph, com nota máxima (cinco pãezinhos).

E engana-se quem pensa que o Papel de Pão se resumirá a isso. A cada edição, novas colunas poderão ser apresentadas, novos colaboradores, novos conteúdos, assim como uma nova diagramação! A cobertura dos eventos no auditório da UCAM Niterói também estão nos planos da equipe do Papel de Pão.

A equipe é formada por Juliana Coutinho, Nathalia Costa, Raquel Cabral e Kayo Medeiros, todos alunos do 6º período do curso de Comunicação Social da UCAM Niterói.


Twitter: @jpapeldepao
E-mail: jornalpapeldepao@gmail.com

Nenhum comentário: