quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Abertura da XXII Conferência da Academia da Latinidade

O professor Candido Mendes discursa durante a solenidade.


Começou hoje pela manhã na Universidade Candido Mendes - Assembleia, a XXII Conferência da Academia da Latinidade, com o tema “Globalização e diferenças emergentes”. A solenidade de abertura realizada no Teatro João Theotonio, no subsolo, contou com presenças ilustres como: Samuel Pinheiro Guimarães, Ministro-Chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, o senador Cristovam Buarque e a deputada Aspásia Camargo, Gianni Vattimo, vice-presidente da Academia da Latinidade entre outras autoridades.

A mediação do debate foi feita pelo professor Candido Mendes de Almeida, Reitor da UCAM, que também é Secretário-Geral da Academia da Latinidade. E foi justamente ele quem deu o pontapé inicial na Conferência, para depois passar a palavra ao Samuel Pinheiro Guimarães, que falou sobre a expansão dos idiomas. Logo depois foi exibida uma mensagem em vídeo de Jorge Sampaio, alto-representante das Nações Unidas para a Aliança das Civilizações.

Em seguida foi a vez de Cristovam Buarque falar sobre as desigualdades entre ricos e pobres, traçando um paralelo histórico no Brasil e no Mundo, seguindo o tópico da goblalização. Segundo ele, as diferenças estão mais acentuadas nos dias de hoje. Depois do senador, o professor Candido Mendes leu uma mensagem enviada pelo presidente da Academia da Latinidade, Federico Mayor.

Quando foi convidado a falar, Gianni Vattimo, filóso e Vice-Presidente da Academia da Latinidade concordou com a mensagem de Mayor e ainda falou sobre filosofia, história europeia e também do Partido Comunista italiano. Terminou sua fala comentando sobre a pobreza no mundo globalizado.

Antes de encerrar a solenidade de abertura, o professor Candido Mendes ainda falou sobre a relação do Brasil com a China e a Índia (três dos BRICs).

Para quem quiser assistir a XXII Conferência da Academia da Latinidade ainda dá tempo. O evento acontece até a próxima sexta-feira.

Nenhum comentário: